(41) 99936-4442

(41) 99980-3674

Como funciona a geração de energia elétrica a partir de painéis fotovoltaicos?

Funciona pela conversão de fótons contidos na luz solar em energia elétrica, através do uso dos painéis fotovoltaicos, formados por células solares.

Painéis fotovoltaicos tem a mesma utilização dos painéis que aquecem água?

Não, são sistemas distintos. Existem, basicamente, dois usos dos raios solares como fonte de energia: o térmico e o elétrico. O primeiro pode ser feito de forma passiva, através de técnicas modernas de arquitetura e construção que permitem maior iluminação natural aos ambientes, ou com o auxílio de coletores ou concentradores solares – nestes casos, porém, a função da energia gerada é basicamente aquecer a água.

Já a conversão da energia solar em elétrica pode ocorrer por processo termoelétrico ou fotoelétrico, no caso de nossa empresa utilizamos o fotoelétrico, que tem a melhor performance.

Quais as vantagens econômicas da energia fotovoltaica?

À parte do investimento inicial, com compra e instalação do equipamento, a energia elétrica gerada pelo sistema fotovoltaico não tem outros custos, dado que os painéis demandam pouca manutenção. Com a evolução tecnológica, o prazo de retorno deste investimento inicial está cada vez menor.

Além disso, tal energia é autossuficiente e, portanto, mais segura em termos de abastecimento, principalmente para os consumidores corporativos, para quem a falta de energia pode significar perdas de produção. A energia fotovoltaica também é a solução mais barata para a eletrificação de grandes propriedades rurais formadas por sistemas elétricos dispersos. Outro uso bastante viável, principalmente para a iniciativa pública, é a eletrificação de comunidades remotas.

Posso instalar um sistema solar em minha casa para economizar energia?

Sistemas fotovoltaicos são utilizados em residências como forma de economia de energia quando há legislação regulamentando quanto a venda do excedente gerado para a rede elétrica, o que é convertido em créditos para uso próprio. No Brasil, a ANEEL aprovou a regulamentação intitulada resolução normativa que permite a conexão de um sistema residencial e viabiliza o investimento através do sistema de compensação energético. Portanto, hoje já é permitido e viável a instalação de um sistema fotovoltaico residencial.

Posso instalar um sistema solar fotovoltaico em minha empresa?

Nos dias de hoje, a busca por iniciativas ecológicas e sustentáveis por parte das empresas é grande. Como a tecnologia é relativamente nova no Brasil e a popularização no futuro é inevitável, a instalação hoje de um sistema solar, além de atrair a atenção da mídia, pode ser utilizada para a geração de material publicitário e campanhas de marketing, o que trazem retornos consideráveis, além da economia gerada através do sistema de compensação energético da resolução normativa aprovada pela ANEEL.

Também é possível, no caso de sistemas conectados a rede, disponibilizar na internet quanto da própria energia a empresa está gerando e qual está sendo a redução na emissão de gás carbônico na atmosfera.

É possível tornar-se completamente independente da rede elétrica utilizando energia solar?

É possível, mas o investimento alto inviabiliza o sistema, pois é necessário um banco de baterias para torna-lo autônomo.

Quais as vantagens ambientais da energia fotovoltaica?

A interação entre o silício e a luz solar, que gera a energia fotovoltaica, não produz resíduos. Por isso, ela é considerada uma fonte de energia limpa ou ecológica. Além disso, a radiação solar é abundante e inesgotável, com grande potencial de utilização, enquanto o silício, principal semicondutor utilizado nos painéis fotovoltaicos, é o segundo elemento mais encontrado na superfície terrestre. Ou seja: é uma solução energética sustentável.

Quais as desvantagens da energia fotovoltaica?

Atualmente, é um investimento que se paga no médio prazo (4 a 5 anos). Além disso, a durabilidade dos materiais (+ de 25 anos) vale o investimento.

O que é preciso para a instalação de painéis fotovoltaicos?

Para maior eficiência do sistema, os painéis fotovoltaicos devem ser instalados em posição e altura determinadas de acordo com a localização da construção. Além disso, é necessário calcular a quantidade de energia demandada e a radiação solar recebida a fim de definir o modelo e o tamanho dos painéis. A instalação requer, ainda, inversores (para transformar a corrente elétrica direta em alternada).

Se a obtenção de energia fotovoltaica depende do sol, há o risco de apagão nos dias nublados? E à noite?

A eficiência do sistema solar fotovoltaico depende, sim, da quantidade de luz recebida. Porém, mesmo em dias nublados há radiação mais do que suficiente para a geração de energia. Além disso, em localidades com condições climáticas piores, o sistema pode ser potencializado aumentando-se a superfície de contato (com painéis fotovoltaicos maiores). No Brasil, todas as regiões apresentam ótimas condições climáticas.

Minha conta de energia elétrica será zerada?

Não, devido à taxa de iluminação pública e ao valor de disponibilidade da concessionária, a conta de luz terá um valor mínimo.

 

Como funciona a compensação de energia produzida pelos módulos fotovoltaicos e a energia produzida pela concessionária?

A energia produzida pelo sistema fotovoltaico (durante o dia) gera um crédito perante à concessionária ( o medidor de consumo é bidirecional ). Este crédito é consumido no período que o sistema fotovoltaico não gera energia (à noite ou dias chuvosos). A diferença deste créditos terá o resultado na conta de energia. Geralmente o dimensionamento do sistema fotovoltaico é para se ter mais créditos na sua geração, com isso o consumo de energia da concessionária é zero.